Sila Tarot: Como Encontrar o Amor!

12-09-2021

O amor é uma coisa tão efusiva que parece que a busca para o encontrar, nunca termina. Sabemos que ele existe, porque já vimos outras pessoas a desfrutar dele, mas o caminho é tão obscuro que a tentação para desistir e parar essa busca, é grande. A verdade é que não existe uma fórmula infalível de como encontrar o amor, mas se seguir as orientações indicadas nesta publicação, pode coloca-la no caminho certo.

Reflita sobre o que tem para oferecer. Amar é dividir a sua vida com alguém que o aceita como é. Antes de querer que alguém o aceite, no entanto, é importante entender como está a projectar-se, ou seja a forma como se mostra para que os outros o vejam. Estará a fazê-lo da melhor forma e de acordo com o que pretende encontrar? Uma forma de começar a compreender-se melhor, é escrever as respostas para as questões seguintes. Essa breve avaliação vai ajudá-la a formar uma ideia mais concreta do que tem para oferecer num relacionamento.

  • Quais são suas maiores qualidades?
  • O que mais gosta de fazer na vida?
  • O que você ama em si própria?
  • O que mudaria ou aperfeiçoaria em si?
  • O que a faz sentir-se incomodada?
Construa (ou reconstrua) a sua autoconfiança. Seja uma pessoa introvertida ou extrovertida, o palhaço da turma ou o amigo atencioso, deve ter sempre confiança no que tem para oferecer a alguém. Quando o assunto é amor, não existe um tipo certo de personalidade e não há absolutamente nada que possa garantir mais facilidade para encontrar alguém especial. Ao contrário do que se vê nos filmes e nas séries de TV, todo nós temos chances no amor, e não apenas as pessoas mais fisicamente atraentes. Construa a sua autoconfiança e ofereça o que tem de melhor e seja autêntica. Saiba o que quer da outra pessoa. Parte do autoconhecimento é saber o que precisa de obter numa relação. Escrever o que considera mais importante num parceiro é um modo simples de descobrir o que quer ao procurar uma pessoa para amar.


Tente não ser tão específico nessa lista. Em vez de descrever, por exemplo, "1,70 m de altura, cabelo castanho escuro, olhos verdes", concentre a sua atenção nos atributos de personalidade. Quer uma pessoa que seja honesta? Alguém que partilhe a mesma paixão pelos livros?

Outra lista que pode ajudar é a do "não quero". Tudo bem em não querer alguém que passe seis meses por ano a viajar, ou alguém que não se dá bem com a sua família. Lembre-se de que o objectivo deste exercício não é projetar o seu futuro parceiro, é apenas um esboço das qualidades que gostaria de ver na outra pessoa para que entenda melhor as suas próprias necessidades. No final das contas, as probabilidades de que um parceiro tenha todas as qualidades que deseja são mínimas.

Conheça gente nova. Uma das maneiras mais simples de pavimentar o caminho para encontrar o amor é começar por fazer amigos. O relacionamento que surge de uma amizade é geralmente constituído de muito carinho e confiança.


Ao conhecer novas pessoas, atente para estas dicas:


Livre-se dos julgamentos. Essa talvez seja a regra principal quando o assunto é amor e amizade. Se já rejeita alguém por causa de um corte de cabelo estranho, jamais vai saber o que ela tem de especial em termos de personalidade. A atração física nem sempre é um fator primordial.

Dedique tempo. Fazer amizade requer um pouco de comprometimento. Se realmente deseja encontrar um amor, comece a passar mais tempo com as pessoas. Aceite convites ou tome a iniciativa para convidar os seus amigos para almoçar ou tomar um café. A ideia é criar situações que permitam conhecer melhor as pessoas - e fazer isso a ficar dentro de casa é mais difícil.


Mostre-se disponível. Não precisa de gritar aos quatro ventos que está á procura do amor, mas tente mostrar-se aberto às oportunidades que surgirem.


Cuide da aparência. Vista-se como a melhor versão de si mesmo. Não force um estilo que não tem nada a ver consigo e que o deixa desconfortável, projecte a sua autoconfiança com roupas que gosta, uma expressão agradável no rosto e boa higiene. Um pouco de perfume sempre ajuda.


Saiba ouvir. Quando encontrar uma pessoa interessante, faça perguntas. Quando a vir novamente, comente algo que mencionou durante o primeiro contacto de ambos. Essa é uma excelente forma de puxar conversa e ainda mostrar que está atenta.


Seja honesto e sincero. Em outras palavras, seja você própria. A disposição em se mostrar exatamente como você é não deixa de ser um ato de coragem, e isso é uma qualidade bastante atraente.
Use sites e aplicativos. Esses recursos são ótimos para encontrar pessoas disponíveis perto de si. Mas cuidado: não vá cair na armadilha de ser muito selectivo ou julgar as pessoas pela foto do perfil. Se estiver mesmo interessada em encontrar um amor, vai ter que dar uma oportunidade às pessoas - a mesma que quer ter com elas.
Fazer parte de grupos da igreja, etc. vai colocá-la em contacto com pessoas que partilham dos mesmos interesses.
Bares e clubes também são ótimos lugares para conhecer gente. No entanto, para uma relação mais duradoura, o ideal é conhecer as pessoas num ambiente em que seja possível conversar.
Dê um passo maiorConvide alguém para sair. Quando conhecer uma pessoa que desperte o seu interesse e quiser sair da zona da amizade para algo mais, marque um encontro.
Na dúvida sobre o que fazer, escolha o mais tradicional: sair para jantar. A pessoa vai-se sentir lisonjeada com o convite e poderão conversar.
Não se pressione para ter o encontro perfeito, concentre-se em se divertir com a sua companhia. Converse bastante, fale coisas engraçadas - a ideia é que os dois possam sentir-se à vontade!
Reflicta se gostaria de encontrar a pessoa novamente. Ela parece corresponder as suas necessidades mais importantes? A atracção é mútua? Se a resposta for sim, planeie outros encontros. E se as coisas continuarem a desenvolver-se bem, o relacionamento tem tudo para ser o certo.

Use sites e aplicativos. Esses recursos são ótimos para encontrar pessoas disponíveis perto de si. Mas cuidado: não vá cair na armadilha de ser muito selectivo ou julgar as pessoas pela foto do perfil. Se estiver mesmo interessada em encontrar um amor, vai ter que dar uma oportunidade às pessoas - a mesma que quer ter com elas.


Fazer parte de grupos da igreja, etc. vai colocá-la em contacto com pessoas que partilham dos mesmos interesses.


Bares e clubes também são ótimos lugares para conhecer gente. No entanto, para uma relação mais duradoura, o ideal é conhecer as pessoas num ambiente em que seja possível conversar.


Dê um passo maior

Convide alguém para sair. Quando conhecer uma pessoa que desperte o seu interesse e quiser sair da zona da amizade para algo mais, marque um encontro.


Na dúvida sobre o que fazer, escolha o mais tradicional: sair para jantar. A pessoa vai-se sentir lisonjeada com o convite e poderão conversar.


Não se pressione para ter o encontro perfeito, concentre-se em se divertir com a sua companhia. Converse bastante, fale coisas engraçadas - a ideia é que os dois possam sentir-se à vontade!


Reflicta se gostaria de encontrar a pessoa novamente. Ela parece corresponder as suas necessidades mais importantes? A atracção é mútua? Se a resposta for sim, planeie outros encontros. E se as coisas continuarem a desenvolver-se bem, o relacionamento tem tudo para ser o certo.


Mantenha-se em sintonia. Tente manter a harmonia com os desejos da outra pessoa.Não seja insistente. Lembre-se de que todo nós precisamos de lidar com inseguranças e problemas pessoais, e às vezes uma coisa acaba por interferir noutras. Não leve tudo para o lado pessoal, logo no início do relacionamento.


Enviar mensagens de texto é, sem dúvida, uma das formas mais fáceis de se comunicar, mas as hipóteses de se ser mal interpretado é maior do que ao vivo ou mesmo por telefone. Tente levar o relacionamento com mais firmeza encontrando-se com a pessoa cara a cara.


Não desapareça da vida de alguém ao dar-se conta de que não é o que você esperava. Muita gente simplesmente desparece da vida da outra pessoa, em vez de abrir o jogo honestamente e dizer 'Acho que não combinamos'. Isso é uma punhalada nas costas! Na pior das hipóteses, é necessário enviar pelo menos um e-mail ou uma mensagem de texto dizendo que já não está mais interessada.


Aceite a sua vulnerabilidade. Na busca por amor, não tenha medo de se arriscar e de se abrir para a pessoa que você gosta. Diga como se sente, mesmo que isso o deixe um pouco desconfortável. Mostrar essa vulnerabilidade é o caminho para saber para onde o relacionamento está a desenvolver-se e para descobrir se o sentimento da outra pessoa é mutuo.


Se houver interesse de ambos em darem continuidade ao relacionamento, a sua busca pelo amor estrará a concretizar-se. O amor é construído a partir do afecto, confiança, atração e respeito mútuos - e o objetivo de querer que corra tudo bem, também precisa, obviamente, de ser de ambos. Irá perceber que chegou a esse nível quando sentir um sentimento profundo e altruísta em relação à pessoa que está ao seu lado.


A falta de interesse da pessoa, por outro lado, é um sinal de que precisa por de parte e seguir em frente. O amor não correspondido certamente não é o que deseja para a sua vida.


Tente novamente. Se o relacionamento que achou que se transformaria em amor não resultar, irá provavelmente sentir-se magoada durante algum tempo, mas é importante, dar-se novamente a oportunidade a si própria, de conhecer outra pessoa. Quando se conectar a alguém especial, a dor por ter tido o coração partido nesta jornada, acabará por ter valido a pena.


Dicas


Aprenda com os erros. Tente compreender se fez algo de errado, ou o que poderia ter feito melhor, para não repetir futuramente os mesmos equívocos.


Quer encontrar o amor? Seja uma pessoa amorosa. A medida de dar e receber tem que ter equilíbrio.